Posts filed under ‘Formação’

Encontro Estadual de Formação aconteceu com sucesso

Ponta Grossa sediou no último sábado o I Encontro Estadual de Formação do PCdoB do Paraná.

Concentração total na apresentação do CPS

O evento contou com a presença de 15 municípios e foram traçadas as diretrizes para a área da formação partidária no Estado. Além dos dirigentes municipais, estiveram presentes ainda o Secretário Executivo da Escola Nacional do PCdoB, Altair Freitas, Elton Barz, Secretário Estadual de Formação, Luiz Manfredini, Secretário Estadual de Quadros, Madson de Oliveira, Secretário Estadual de Organização,  Laura Jesus, Secretária Estadual de Defesa do Meio Ambiente da CTB–PR e Pablo Machado, Secretário Estadual de Formação da UJS-PR.

No período da manhã aconteceu uma mesa redonda com a participação de Altair Freitas, Elton Barz e Luiz Manfredini. Na sequencia, os municípios presentes passaram as suas realidades locais para o coletivo. Na parte da tarde foi ministrado o CPS (Curso do Programa Socialista), apresentado pelo dirigente da Escola Nacional, Altair Freitas.

Para Elton Barz “o I Encontro Estadual de Formação foi um marco na história do Partido no Estado, servindo como um ponta pé numa área primordial para um partido do tipo comunista que é a formação dos seus militantes e de seus quadros”.

Thiago Moro, presidente municipal do PCdoB de Ponta Grossa, anfitrião do evento, afirmou que para a cidade e para o partido local foi uma grande honra e satisfação receber os camaradas de diversas partes do Estado do Paraná para evento de tão elevado nível e deixa as portas abertas para novas atividades partidárias na cidade.

13/12/2011 at 07:41 Deixe um comentário

Paraná da início ao Curso do Programa Socialista em Base Operária

No último sábado (4) deu-se início a aplicação no Paraná do Curso do Programa Socialista.

O curso foi realizado na sede do SINTRAFUERCAB, o sindicato da alimentação aonde o partido tem mais de 200 filiados. No próximo sábado (10) na cidade de Ponta Grossa o PCdoB do Paraná irá realizar seu Encontro Estadual de Formação e servirá para implantar a política de formação do PCdoB no Estado.

O encontro da Base Operária foi prestigiado pelas lideranças do SINTRAFURCAB que já planejam a apliacao do curso em todos os filiados do partido na categoria. O SINTRAFURCAB coordena a principal base operária do partido no Paraná e o lançamento nesta base é o reconhecimento da importância dela para o Partido, destacou Elton Barz, secretário estadual de Formação do Comitê Estadual e que foi o monitor do curso.

Zé Dolar, uma das liderancas presentes ao curso declarou que é importante inciativas como esta: A formação tem que ser a baliza da nossa ação, declarou o sindicalista.

A expectativa agora é do encontro estadual de formação aonde espera-se que o evento seja o marco do trabalho de formação em todo o Estado.

05/12/2011 at 09:38 Deixe um comentário

PCdoB e UJS de Foz do Iguaçu fazem curso de formação

Alguns dos participantes do Curso de Formação

No último final de semana (15 e 16 de outubro) a UJS de Foz do Iguaçu e o PCdoB promoveram  curso de formação pra a juventude, membros do partido da cidade e para outras lideranças da região Oeste do Paraná. Participaram lideranças vinculadas a UNILA e a UNIOESTE da cidade de Marechal Candido Rondon, Toledo e Santa Helena.

Entre outras coisas o curso propiciou aos participantes um conteúdo variado como a introdução a teoria marxista leninista (a filosofia e pressupostos econômicos),  o Programa Socialista do PCdoB e noções sobre tática e estratégia. No segundo dia os participantes tiveram acesso ao Programa Básico de vídeo do partido e foi realizada uma plenária da UJS.

O curso foi coordenado pelo Secretario de formação da UJS do estado Pablo Machado e o secretario de juventude do partido de Foz Serginho Santander em conjunto com membros da comissão estadual de formação, Igor Borck e Antonio Navarro, contando também com a presença do Secretario Estadual de Formação do partido no estado Elton Barz.

(mais…)

18/10/2011 at 12:16 Deixe um comentário

PCdoB promove curso de formação em Ponta Grossa

O Partido Comunista do Brasil realizará a partir das 9 horas do próximo sábado (10) em Ponta Grossa o Curso Macro-Regional de Formação para os dirigentes do Partido dos Municípios de Telêmaco Borba, Irati, Guarapuava e Ponta Grossa.

O Curso será ministrado pelo Secretário Estadual de Formação e Membro da Escola Nacional de Formação do PCdoB, o Jornalista e Escritor Luiz Manfredini e por Elton Barz, historiador e coordenador da Macro-Regional Centro-Sul do Partido.

O curso que terá duração de oito horas, constará além das aulas com apresentação de um vídeo, debates e avaliação sobre a teoria, tática e estratégia do Partido e Socialismo, que são duas das disciplinas contantes do Curso da Escola Estadual de Formação. As outras disciplinas constantes na grade de estudos e que serão ministradas em outra oportunidade são Filosofia, Economia Política, Estado e Classes.

Para Thiago Moro, presidente municipal do PCdoB pontagrossense, o Curso de Formação é mais um passo para a estruturação e crescimento do partido na região além de auxiliar na preparação para as eleições municipais, como o Curso Estadual de Comunicação e Legislação Eleitoral, realizado no mês de abril em Curitiba.

Assessoria de Imprensa – PCdoB – Ponta Grossa

09/05/2008 at 09:28 Deixe um comentário

Começa temporada dos cursos básicos em vídeo

Curitiba e região metropolitana saíram na dianteira na temporada dos cursos básicos de vídeo (CBV) no Paraná, promovidos pela Comissão Estadual de Formação nos meses de março e abril. Já estão programados CBVs com os militantes de Colombo, São José dos Pinhais, Campina Grande do Sul, Fazenda Rio Grande. Em Curitiba, há turmas reunindo a juventude, militantes nas áreas sindical, da cultura, do movimento de bairros, entre outras. A coordenação dos CBVs em Curitiba e RMC está a cargo de Sílvia Tafarelo, Secretária de Formação do CM da capital.

Também no Norte, Oeste e Sudoeste do Estado vem sendo organizada a aplicação do CBV, um curso básico que prepara a militância para uma atividade política de melhor qualidade. Realizado num dia – carga de oito horas, ao todo – o curso combina exposição do professor, projeção de DVD e debates para tratar de quatro temas: a realidade sócio-econômica do Brasil; as lutas do povo brasileiro ao longo da história do país; a alternativa socialista para o Brasil; e o Partido Comunista do Brasil, seu historico e seu funcionamento. O CBV será aplicado em nove cidades-polo do Estado: Curitiba, Ponta-Grossa, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Inscrição

Segundo Luiz Manfredini, Secretário de Formação do Comitê Estadual, todos os comitês municipais deverão listar os militantes filiados aptos para cursar o CBV, identificar, entre as cidades-polo, a que está mais próxima e contatar o responsável para combinar o curso.

Responsáveis pelas cidades-polo:

• Jacarezinho, Londrina e Maringá: Sinival Pitaguari (sinival@uel.br)
• Cascavel e Foz do Iguaçu: Liliam Faria
(liliamfaria@bol.com.br)
• Curitiba, Região Metropolitana, Litoral e Ponta-Grossa: Luiz Manfredini
(luiz-manfredini@uol.com.br)
• Sudoeste: Nereu Ceni
(nfc@ibest.com.br)

“Contamos com a colaboração dos camaradas para possibilitar que um maior número possível de militantes e filiados participe do Curso Básico de Vídeo”, diz Luiz Manfredini. “A universalização do CBV é hoje a principal tarefa nacional do Partido no campo da formação”, acrescenta. A Secretaria de Formação do Comitê Estadual e a Comissão Estadual de Formação (CEF) estão à disposição dos camaradas para auxiliá-los nessa tarefa de grande valor político e ideológico.

14/03/2008 at 12:42 Deixe um comentário

Escola do PCdoB do Paraná sai do papel

A constituição das sessões paranaenses da Escola Nacional do PCdoB e do Instituto Maurício Grabois, a disseminação, até junho, do Curso Básico de Vídeo (CBV) e a realização, no final do ano, do curso “Iniciação ao marxismo-leninismo”: estas são as principais metas do Plano Estadual de Formação do PCdoB/PR para 2008, aprovado neste sábado pela Comissão Estadual de Formação (CEF). 

CEF em MaringáA CEF reuniu-se em Maringá e contou com a participação de militantes e dirigentes partidários que atuam nas universidades estaduais de Londrina, Maringá e Oeste do Paraná. Agora o plano será submetido à Comissão Política do Comitê Estadual, que se reúne em Curitiba no próximo dia 1o de março.

Movimento

Segundo o jornalista e escritor Luiz Manfredini, Secretário de Formação do Comitê Estadual, a CEF manterá a prática de realizar reuniões ampliadas com quadros intelectuais e dirigentes municipais e estaduais do Partido no Estado. “Não queremos apenas formular e implementar um conjunto de atividades formativas, mas desenvolver um amplo e vigoroso movimento em favor do incremento da formação política em todas as estruturas partidárias, um movimento capaz de melhorar substancialmente a cultura das direções e das bases partidárias e, assim, qualificar sua inserção social e política”, explica Manfredini. 

Neste sentido, a CEF pretende estimular a capilarização da formação em toda a estrutura do Partido no Estado, estimulando os comitês municipais a criar suas respectivas secretarias de formação, indicar os titulares e formular seus planos de atividades. Ainda este ano será constituído o Fórum Estadual de Secretários Municipais de Formação do PCdoB do Paraná.
Escola

Na proposta a ser encaminhada para a Comissão Política do Comitê Estadual, a CEF propõe a criação da sessão estadual da Escola Nacional, sob a direção do professor e membro do CE Sinival Pitaguari. Para tanto, já indicou coordenadores e membros dos cinco núcleos (filosofia, estado e classes, economia política, socialismo e partido) indicados pela Comissão Nacional de Formação e Propaganda, e um sexto (História e formação-sócio-econômica do Paraná), incluído pela própria CEF. Estes núcleos serão consolidados ao longo do ano (os trabalhos da comissão não serão interrompidos pelo processo eleitoral), de modo que, no final do ano, a escola realize o curso “Iniciação ao marxismo-leninismo”, previsto para Curitiba, Londrina e Cascavel.

A reunião de Maringá também deliberou propor a criação imediata de núcleos do Instituto Maurício Grabois nos municípios de Londrina, Maringá e Londrina, cujas direções já tomaram iniciativas neste sentido. A CEF sugere que a organização desses núcleos, sob sua coordenação, ocorra tendo como eixo prioritário, este ano, a formulação de programas de gestão municipal. A CEF também proporá à Comissão Política a realização, neste semestre, de um seminário sobre questões municipais, legislação eleitoral, conjuntura nacional e estadual e comunicação, entre outros temas relevantes para a campanha eleitoral, reunindo candidatos do Partido às prefeituras e câmaras municipais.

17/02/2008 at 11:30 1 comentário

Fundamentos do marxismo segundo Lênin (parte II)

Publicação original: Marxismo Online por Leandro Arndt
(Parte I aqui)

A mais-valia

Após a verificação das bases materiais da existência humana, ou, conforme diz Lênin, “Depois de ter verificado que o regime econômico constitui a base sobre a qual se ergue a superestrutura política”, Karl Marx se dedicou igualmente ao estudo desse mesmo regime econômico, mais propriamente, do regime econômico de sua época, o capitalismo6.

Certamente Marx não partiu do nada, ao contrário, partiu de onde tinham parado os economistas clássicos, como Adam Smith e David Ricardo. Mais exatamente, Marx levou até o fim a teoria do valor-trabalho – ou seja, a teoria de que o valor das mercadorias “é determinado pela quantidade de tempo de trabalho socialmente necessário investido na sua produção.”7

“Onde os economistas burgueses viam relações entre objetos […], Marx descobriu relações entre pessoas.” A “relação entre pessoas” característica do capitalismo é o trabalho assalariado, que só existe quando o trabalhador é despido dos meios de produção e passa a ter que vender seu único bem, a força de trabalho, para poder sobreviver. Torna-se assim a própria força de trabalho uma mercadoria, a qual se mantém por meio de outras mercadorias, produzidas elas mesmas pela ação da força de trabalho sobre outras mercadorias, tornando possível a existência de um elemento comum a todas elas, o próprio trabalho, que, como dito acima, determina o valor.

O capital é justamente a expressão dessa força de trabalho tornada mercadoria. Capital é trabalho acumulado. “O operário assalariado vende a sua força de trabalho ao proprietário de terra, das fábricas, dos instrumentos de trabalho. O operário emprega uma parte do dia de trabalho para cobrir o custo do seu sustento e de sua família (salário); durante a outra parte do dia, trabalha gratuitamente, criando para o capitalista a mais-valia, fonte dos lucros, fonte da riqueza da classe capitalista.”8

O desenvolvimento do capitalismo arruína os pequenos produtores na cidade e no campo. “Esmagando a pequena produção, o capital faz aumentar a produtividade do trabalho e cria uma situação de monopólio para os consórcios dos grandes capitalistas. A própria produção vai adquirindo cada vez mais um caráter social – centenas de milhares e milhões de operários são reunidos num organismo econômico coordenado – enquanto um punhado de capitalistas se apropria do produto do trabalho comum. Crescem a anarquia da produção, as crises, a corrida louca aos mercados, a escassez de meios de subsistência para as massas da população.”

“Ao fazer aumentar a dependência dos operários relativamente ao capital, o regime capitalista cria a grande força do trabalho unido.” O capitalismo cria a classe operária, o proletariado. Cria, portanto, o principal agente de sua própria destruição, pois faz surgir uma grande classe de produtores alienados da produção, despidos de qualquer meio de se manter, exceto a venda de sua própria força de trabalho. O proletariado assim surgido se organiza e evolui historicamente no seio desse modo de produção, podendo chegar, no curso dessa história, a empreender a derrubada do regime econômico que o criou.9 “O capitalismo venceu no mundo inteiro, mas esta vitória não é mais do que o prelúdio do triunfo do trabalho sobre o capital.”

6 Lênin posteriormente identificou a existência de duas fases do capitalismo: a fase industrial, caracterizada pela exportação de mercadorias, e a fase imperialista, caracterizada pela exportação de capital. Marx viveu naquela primeira fase, o que seguramente tem implicações na política revolucionária que ele defendeu em diferentes ocasiões. Convém lembrar, no entanto, que a forma de circulação do capital não altera a essência do capitalismo, qual seja, a mais-valia. Para mais informações sobre a fase imperialista e sua distinção da fase anterior, recomendo a leitura Imperialismo, fase superior do capitalismo, de Lênin, disponível em diversas edições.

7 Convém nesse ponto dizer que “mercadoria” é o resultado da produção para o mercado, e a partir de outras mercadorias. Em outras palavras, mercadoria é uma das características essenciais do capitalismo, pois nada mais é que o produto do trabalho assalariado (este mesmo uma mercadoria) agindo sobre outras mercadorias (insumos, máquinas, ferramentas…).

8 É importante acrescentar que, apesar dessa simplificação feita por Lênin no texto em questão, é mais adequado afirmar que o trabalhador trabalha parte do tempo para pagar o próprio sustento, parte dele para pagar as demais mercadorias a partir das quais se produz a mercadoria em questão, e a outra parte do tempo para produzir a mais-valia. Sugiro a leitura de Salário, preço e lucro, de Karl Marx, como introdução ao estudo do valor e da mais-valia. Outro texto interessante é o primeiro capítulo do Desenvolvimento do capitalismo na Rússia, de Lênin.

9 Importante evitar, porém, cair na crença de que o próprio desenvolvimento econômico derrubaria o capitalismo, como tratado na nota 2. Tal crença na verdade prescinde de uma classe revolucionária e apenas enfraquece a luta dos trabalhadores, que ficariam parados esperando o socialismo cair do céu. O marxismo não existe sem a luta revolucionária, como se verá na terceira parte deste texto.

14/11/2007 at 16:43 Deixe um comentário

Posts antigos


Quem é:

O blog do PCdoB paranaense é um espaço para notícias, informações, artigos, fotos e documentos do Partido no Estado e outros textos de interesse coletivo. Seja Bem Vindo!

Arquivo de Notícias

Categorias

Fotos do PCdoB-PR

PCdoB no Twitter

Filie-se ao PCdoB

Vereador Nilton Bobato

Nilton Bobato

Vereador Paulo Porto

Paulo Porto

Estatísticas

  • 323,723 visitantes.