Posts filed under ‘Mulheres’

PCdoB divulga nota sobre o 8 de Março

pcdob

No transcurso do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, o presidente nacional do Partido, Renato Rabelo, e a secretária nacional da mulher, Liège Rocha, divulgaram nota com a opinião dos comunistas sobre a data. Leia a íntegra.

O PCdoB, no 8 de março – Dia Internacional das Mulheres, saúda as brasileiras ao mesmo tempo que manifesta seu apoio às comemorações desta data, sempre marcada pela luta das mulheres, do Brasil e do mundo inteiro, por sua emancipação.

Esta data tem um significado especial na trajetória das brasileiras que querem avançar na construção de um mundo de igualdade.

O PCdoB acredita que o protagonismo das mulheres é fator decisivo para impulsionar o projeto nacional de desenvolvimento que o país almeja e contribuir para se avançar na conquista da equidade e que a verdadeira democracia será conquistada quando a sub-representação das mulheres for superada. Para isto é necessário criar condições para que a mulher se realize enquanto sujeito emancipado.

As(os) comunistas irão às ruas neste 8 de março pela valorização do trabalho, por creches, pela real implementação da Lei Maria da Penha, em defesa do SUS, no reconhecimento do aborto como questão de saúde pública e da sua legalização, em defesa da democratização da mídia e da reforma política, perseguindo sempre a efetivação das políticas sociais. As mulheres querem avançar acumulando forças para a conquista da sociedade socialista.

O PCdoB reconhece que a injusta discriminação das mulheres precisa ser superada e por isso valoriza o processo democrático como fundamental à caminhada emancipadora das mulheres.

Queremos Mais Política Mais Poder com a participação das Mulheres!

Viva o Dia Internacional da Mulher!

Viva a Luta das Mulheres!”

Anúncios

08/03/2013 at 08:43 Deixe um comentário

Mais poder político para as mulheres!

8 de março

UBM no 8 de março de 2013

O Brasil do início do século XXI mostra avanços na vida das brasileiras, em especial das negras, pobres e chefes de família. No entanto, as exigências para nosso país, de importância político-estratégica mundial, se tornam ainda maiores, quando mais da metade da sua população ainda é a parcela a ser mais beneficiada por políticas públicas efetivas que tanto atendam às especificidades femininas, como se articulem com o conjunto de reformas estruturais necessárias a um novo projeto nacional de desenvolvimento.

As mulheres brasileiras, hoje, se voltam para um debate sobre a necessidade de implementar políticas de Estado capazes de contribuir para o enfrentamento de todas as formas de violência; para a promoção da igualdade salarial entre homens e mulheres; para a garantia dos direitos sexuais e direitos reprodutivos; para o combate a todas as formas de racismo, homofobia e intolerância religiosa; para a prevenção, denúncia e punição de crimes de tráfico de mulheres e escravidão sexual; para a promoção da imagem da mulher real pelos mais diferentes meios de comunicação de massa.

Para que tais bandeiras estejam asseguradas, não há outro caminho: as mulheres precisam estar no centro da ação política, não para substituir os homens, mas para assumir, também, a esfera pública como espaço de atuação, elaboração e visibilidade políticas. Aprofundar o poder político das mulheres nas mais diversas esferas de decisão é assegurar nossa participação no espaço público, em condições de intervir nas grandes questões sociais, políticas, ambientais, econômicas e culturais, atingindo, diretamente, a vida das mulheres e do povo.

Neste 8 de março, reafirmamos nosso compromisso com as gerações de mulheres brasileiras em sua diversidade de raça, cor, orientação sexual, condição física e escolha religiosa. Donas de nossas vidas, de nosso corpo, de nossas escolhas, estamos mais vivas, vigilantes e combativas do que nunca. Organizadas e atuando politicamente, ao lado das forças populares, avançadas e democráticas, devemos garantir:

(mais…)

08/03/2013 at 08:35 Deixe um comentário

UBM repudia a indicação de Marco Feliciano para presidir CDHM

logo_ubmA União Brasileira de Mulheres (UBM) manifesta sua profunda preocupação diante da possibilidade da eleição do Pastor Marco Feliciano para presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM).

As manifestações públicas do deputado contra os direitos arduamente conquistados pelos movimentos sociais de mulheres, negros, homossexuais, dentre outros, recebem o repúdio destes movimentos, por caracterizarem-se como totalmente destoantes dos princípios e eixos dos Direitos Humanos, ou seja, de direitos inalienáveis, como a luta contra o preconceito, contra o racismo, contra a homofobia e a misoginia.

É preciso que esta Comissão eleja representantes abertos ao diálogo com a sociedade civil organizada, que represente os valores dos Direitos Humanos.
(mais…)

07/03/2013 at 09:39 Deixe um comentário

8 De março: Mulheres do Paraná pedem fim da violência

ubm mulherNeste 8 de março, centenas de mulheres estarão nas ruas de Curitiba participando da marcha “Basta de Violência! As mulheres trabalhadoras exigem políticas públicas”.

Segundo as organizadoras, a tradicional caminhada, que marca a luta do ‘Dia Internacional da Mulher’, reunirá este ano mais de 40 entidades. A concentração será às 15h30 na Boca Maldita.

De lá, as mulheres marcham até a Praça Garibaldi (no Largo da Ordem), onde serão realizados atos temáticos de denúncia contra a violência sofrida diariamente pelas mulheres.

Ao final do trajeto, as manifestantes entregarão um documento para a Secretaria Municipal Extraordinária da Mulher com reivindicações dos movimentos feministas, sociais e sindicais.

PROGRAMAÇÃO DAS ATIVIDADES DO 8 DE MARÇO DE 2013
(mais…)

07/03/2013 at 09:36 Deixe um comentário

“Estamos avançando, inclusive com o aumento de ministérios ocupados por mulheres, mas ainda é pouco”

Essa é a opinião de Elza Campos, coordenadora Nacional da União Brasileira de Mulheres (UBM), no que se refere à participação feminina no governo de Dilma Rousseff.

Para a assistente Social, professora e membro do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher, a nomeação das 09 ministras representa um avanço para a luta feminista, no entanto, ainda é pouco. “Além da política, a situação das mulheres brasileiras, em muitos campos, ainda é de uma absoluta desigualdade com relação aos homens”, destaca a dirigente feminista.

Em entrevista ao portal CTB, Elza fala sobre a eleição da primeira presidenta do Brasil, os preparativos para o 8º Congresso Nacional da Entidade e os desafios vindouros, na busca pela igualdade de direitos no poder e na sociedade.

Confira abaixo entrevista na íntegra:
(mais…)

17/02/2011 at 07:32 Deixe um comentário

UBM-PR cobra avanço nas investigações do caso da menina Rachel

Após dois anos, as investigações têm ajudado a solucionar outros casos de pedofilia, porém o assassino de Rachel ainda está livre

Nesta quarta-feira, 03 de novembro, registra-se dois anos do assassinato brutal da menina Rachel Lobo Genofre, de 9 anos. Em 2008, o corpo dela foi encontrado dentro de uma mala, na rodoviária de Curitiba. Em rememoração à data, a União Brasileira de Mulheres – seção Paraná (UBM-PR) realizará no próximo sábado, dia 06 de novembro, às 10 horas, o ato público “Pelo fim da violência contra mulheres e meninas: Por mim, por nós e pelas outras”. Em Curitiba, a manifestação acontecerá na Boca Maldita seguida de caminhada até a Praça Rui Barbosa, local do encerramento do ato.

Mais uma vez a UBM e o Fórum Popular de Mulheres, em conjunto com entidades do movimento social, movimento feminista e de mulheres de Curitiba realizam manifestação pública em defesa de mulheres e meninas vítimas de violência. Esta articulação exigirá a busca e punição do assassino e o comprometimento das autoridades em casos semelhantes. “Exigimos das autoridades a ampliação das políticas públicas para por fim à violência contra as mulheres e meninas. Essa é uma luta histórica das mulheres. Sabemos que quando as mulheres acessam as políticas públicas, quando têm coragem de denunciar a agressão muitas vezes não encontram respostas do serviço público. É urgente que essas políticas aconteçam e que sejam, de fato, comprometidas com o direito das mulheres”, denuncia a coordenadora nacional da UBM, Elza Campos.
(mais…)

03/11/2010 at 07:13 Deixe um comentário

Feijoada da UBM

Caras/os companheiras/os,

A UNIÃO BRASILEIRA DE MULHERES – Paraná, realiza no dia 31 de julho um encontro que você não pode faltar. Além de uma boa música teremos uma feijoada especial –  da Tradicional à Verde.

Esta atividade tem como objetivo encontrar amigas/os de tanta identidade política e pessoal e angariar recursos para a UBM – Paraná para dar continuidade às suas lutas!

Venha participar, reserve seu convite com Miriam Zampiri no fone:  3338-4827 e 8428-8889 ou Matsuko – 8893-7800.

Quando? Dia: 31 de julho de 2010 – (sábado)

Horário? A partir das 13 horas.

Local? Rua Mateus Leme, 324 – Curitiba – PR

Adesão: R$ 20,00 – (Não inclui a bebida, tendo em vista que é uma atividade de apoio e para angariar recursos para pagamento de parte de aulas das professoras do Curso da UBM  – “Mulher Mais Política Mais Poder”).

Contamos com você!

Abraço fraterno,

Elza Campos – UBM

26/07/2010 at 11:48 Deixe um comentário

Posts antigos


Quem é:

O blog do PCdoB paranaense é um espaço para notícias, informações, artigos, fotos e documentos do Partido no Estado e outros textos de interesse coletivo. Seja Bem Vindo!

Arquivo de Notícias

Categorias

Fotos do PCdoB-PR

PCdoB no Twitter

Filie-se ao PCdoB

Vereador Nilton Bobato

Nilton Bobato

Vereador Paulo Porto

Paulo Porto

Estatísticas

  • 324,627 visitantes.